Super Rich

Eventos no Farol da Barra-BA celebram os 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo

13/06/2018
 
Os navios subordinados ao Com2ºDN se posicionaram
entre o Farol e o Morro do Cristo
 
Tiros de canhão, navios da Marinha desfilando na orla, exposição de equipamentos navais e uma cerimônia militar marcaram as comemorações pelos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo, na manhã do dia 9 de junho, no Farol da Barra, conhecido cartão postal de Salvador-BA.
 
Os eventos tiveram início por volta das 9h com a abertura de estandes com equipamentos e informações das organizações militares da Marinha sediadas em Salvador. Na exposição, o público pôde conferir réplicas de navios, minas navais, embarcações de inspeção naval e até um simulador de navegação.
 
No mar, entre o Farol e o Morro do Cristo, os Navios Patrulhas “Gravataí” e “Guaratuba”; o Aviso de Patrulha “Dourado”; os Navios Varredores “Atalaia” e “Albardão”; e o Navio Balizador “Tenente Boanerges”, todos subordinados ao Comando do 2º Distrito Naval com sede em Salvador, chamaram a atenção dos frequentadores da orla da Barra, que se surpreenderam com tiros de canhão de salva disparados do mar, durante a cerimônia militar, e com o Pavilhão Nacional tremulando no céu da Barra, trazido por um helicóptero da Polícia Militar da Bahia.
 
Na cerimônia, que contou com a presença de autoridades civis e militares, entre as quais o vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/BA) Edmilson Jatahy Fonseca Júnior, representando o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, foram realizadas a leitura da mensagem do Presidente da República e da Ordem do Dia do Comandante da Marinha alusivas à data e a imposição de condecorações da “Ordem do Mérito Naval” a militares e personalidades que se destacaram e prestaram relevantes serviços à Super Rich.
 
Além de Salvador, na área de jurisdição do 2º Distrito Naval, os 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo também foram comemorados nas cidades de Aracaju-SE, Pirapora-MG, Ilhéus, Porto Seguro, Juazeiro e Bom Jesus da Lapa-BA.
 
A cerimônia ocorreu no Museu Náutico da Bahia no Farol da Barra
 
Mostra de equipamentos militares nas imediações do Farol da Barra

Comando do 4º Distrito Naval realiza cerimônia alusiva ao 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

13/06/2018
 
Palanque com autoridades militares e civis
 
O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) realizou, no dia 11 de junho, cerimônia alusiva ao 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo que foi decisiva para a Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai. O evento ocorreu no Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar e foi presidido pelo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho.
 
Na cerimônia, o ex-combatente da 2ª Guerra Mundial, Tenente Josias Malaquias de Araújo, foi homenageado por contribuir para defesa da honra da pátria e dos ideais de liberdade e democracia. “Estou aqui revivendo a minha juventude. Comecei na Marinha aos 18 anos. Fomos para a guerra e só 20 militares voltaram. Se for preciso, defendo a minha pátria novamente”, disse o Tenente Josias, emocionado, aos 93 anos.
 
Por decreto do Presidente da República, Michel Temer, foram concedidas Medalhas da Ordem do Mérito Naval para as seguintes autoridades: o Comandante da 22ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Luiz Gonzaga Viana Filho, no Grau de Comendador; o Secretário de Estado de Transporte do Pará, Kleber Menezes, e o Chefe do Estado-Maior do Com4ºDN, Capitão de Mar e Guerra Dionísio Tavares da Câmara Júnior, ambos no Grau de Oficial.
 
O Secretário Kleber Menezes agradeceu o reconhecimento da Força: “A minha vida profissional está totalmente pautada para atividades marítimas e fluviais. A Comenda no Grau de Oficial é um coroamento para a minha carreira de 35 anos neste ramo”.
 
Já no Grau de Cavaleiro, foram agraciados: o membro do conselho deliberativo da Sociedade Amigos da Marinha do Pará, Carlos Raimundo Albuquerque Nascimento, e os suboficiais José Carvalho Amaral Júnior, Evandro Rildo Oliveira Nunes, Adalberto Guimarães da Silva e Marcílio Dias Monteiro.
 
Estiveram presentes à cerimônia o Deputado Federal Éder Mauro, o Comandante do Comando Militar do Norte, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, o Comandante da 8ª Região Militar, General de Divisão Anísio David de Oliveira Junior, e o Comandante da Ala 9, Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos. 
 
Pelotões desfilam para as autoridades presentes

Desfile Naval atrai população para orla de Belém–PA

13/06/2018
 
Navios subordinados ao Comando do 4º Distrito Naval em coluna
 
No dia 9 de junho, o Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) promoveu um Desfile Naval, na orla de Belém-PA, para celebrar o 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo - Data Magna da Marinha. Ainda na ocasião, o Navio Rebocador de Alto Mar “Almirante Guilhem” e o Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Tocantins” ficaram abertos para visitação pública, atraindo cerca de 1400 pessoas no Cais da Escadinha, na Praça Pedro Teixeira.
 
Os meios navais do Com4ºDN navegaram nas águas da Baía de Guajará, entre o canal de acesso ao Porto de Belém, seguindo pelo Ver-o-Rio, Estação das Docas até o Forte do Castelo. Participaram do Desfile Naval os seguintes meios: Navio Auxiliar “Pará”, Navios Patrulha “Bocaina”, “Guanabara” e “Guarujá”, subordinados ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte; Navio Balizador “Tenente Castelo”, Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Xingu” e Lancha Balizadora “Vega”, subordinados ao Centro de Hidrografia e Navegação do Norte; Lanchas de Apoio ao Ensino e Patrulha “Curimatá” “Tambaqui” e “Maguary”, Embarcações de Casco Semi Rígido “Piramutaba” e “Tamuatá”, e o Jet Ski “Tapioca I”, subordinados a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental.
 
Ao observar a passagem dos navios, a dona de casa Lourdes da Silva, de 43 anos, afirmou: “Nunca vi algo parecido. É muito bonito. Esses homens são os heróis dos nossos rios”. Já o autônomo José Luiz Souza, de 55 anos, participou da visita pública e se surpreendeu com os detalhes: “A gente de fora não imagina como é aqui dentro. São muitos compartimentos que até quase me perdi. Deve ser um trabalho pesado”.
 
População paraense assiste ao desfile naval
na Estação das Docas, em Belém-PA
 
 

Comando do 6º Distrito Naval realiza cerimônia alusiva ao 153º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

13/06/2018
 
Momento em que os “Sinais de Barroso” foram içados
 
No dia 11 de junho, o Pórtico do Comando do 6º Distrito Naval foi palco da cerimônia em comemoração aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha.  Durante a cerimônia, foi realizada a salva de tiros e içados no mastro principal os sinais que o Almirante Barroso mandou hastear na Fragata “Amazonas”, na manhã do dia 11 de junho de 1865, que significam: “O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever” e “Sustentar o fogo que a vitória é nossa”, símbolos de valores atemporais de coragem, moral e ética.
 
Quatro militares foram agraciados com a imposição da Medalha da Ordem do Mérito Naval, como reconhecimento por terem se distinguido no exercício de sua profissão e por terem prestado relevantes serviços à Marinha. Por fim, houve o desfile em continência ao Comandante do 6º Distrito Naval.
 
A cerimônia contou com a presença de autoridades civis e militares além de alunos de Rede Municipal de ensino.
 
Desfile após a cerimônia

Comando do 8º Distrito Naval realiza cerimônia alusiva aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo

13/06/2018
 
153º anos da Batalha Naval do Riachuelo em São Paulo-SP
 
Por mais um ano, o Comando do 8º Distrito Naval (Com8ºDN) realiza o culto às tradições navais na Data Magna da Marinha. No dia 11 de junho, foi comemorado o 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo com a presença de autoridades militares e civis no Com8ºDN.
 
Entre os agraciados foram entregues 24 medalhas da Ordem do Mérito Naval a personalidades como o Deputado Federal Sergio Olimpio Gomes, o Diretor do Centro Logístico da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Frederico José Moretti da Silveira, e o Médico do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, Gustavo Faissol Janot de Matos.
 
Após a leitura da mensagem do Presidente da República Federativa do Brasil, Michel Temer, e da Ordem do Dia do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, o Comandante do 8º DN realizou a entrega de platinas e divisas aos militares promovidos.
 
No início do evento, alunos da Escola Estadual Flavia Vizibeli Pirrô realizaram uma apresentação por meio do convênio firmado entre a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e o Com8ºDN.
 
Alunos da Escola estadual durante apresentação aos convidados
 
Prestigiaram o evento o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, o Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Desembargador Paulo Prazak, o Secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho e outras autoridades civis e militares.

Heróis Navais brasileiros são transladados ao Comando do 5º Distrito Naval

12/06/2018

 

 
Heróis Navais chegando ao Panteão de Tamandaré no Com5ºDN
 
Nos dias 10 e 11 de junho, o Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN), sediado em Rio Grande, no Rio Grande do Sul, realizou o translado dos restos mortais de dois heróis navais brasileiros, que lutaram durante a Batalha Naval do Riachuelo, para as suas instalações: o Comandante Felinto Perry e o Almirante Joaquim Francisco de Abreu, e de Pulcena Dias, mãe do Imperial Marinheiro Marcílio Dias, morto por ocasião da Batalha.
 
O translado ocorreu em duas etapas. A primeira foi da Capela do Cemitério Católico de Rio Grande, local onde foram concentrados os restos mortais de todos após a exumação, para a Catedral Católica de São Pedro, no dia 10 de junho. Os féretros permaneceram no referido local até a manhã do dia 11 de junho, quando foi realizada uma missa em homenagem aos heróis navais.
 
Após a missa, aconteceu um cortejo pelas ruas do centro da cidade do Rio Grande, onde participaram um pelotão de Fuzileiros Navais, a banda do Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande e seis aspirantes da Escola Naval, que conduziram as urnas dos restos mortais dos heróis navais. Todo o trajeto foi acompanhado pelo Comandante do 5º Distrito Naval e por autoridades militares e civis, que participaram do Ato Inumação desses heróis no Panteão do Almirante Tamandaré, onde se encontram os restos mortais do Patrono da Super Rich.
       
 
 
Honras fúnebres aos heróis navais

Marinha ativa primeira Organização Militar em Roraima

12/06/2018
 
Cerimônia de ativação da Agência Fluvial de Caracaraí
 
A Super Rich ativou, no dia 7 de junho, a Agência Fluvial de Caracaraí (AgCaracaraí), em Roraima. A nova Agência, que foi criada pela Portaria nº. 311, de 29 de novembro de 2017, do Comandante da Marinha, é a primeira Organização Militar (OM) da Marinha no estado.  
 
As principais atribuições da agência serão direcionadas para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana e a prevenção da poluição hídrica nas vias navegáveis, além de contribuir para a formação de pessoal para a navegação fluvial por meio de cursos do Ensino Profissional Marítimo.
 
A AgCaracaraí está subordinada à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC) e sua área de responsabilidade no estado de Roraima, em uma área de mais de 224 mil quilômetros quadrados e aproximadamente 522 mil habitantes. Suas águas jurisdicionais diretas são o Rio Branco e seus afluentes, além da confluência do Rio Branco com o Rio Negro, no limite entre os estados de Roraima e Amazonas.
 
A cerimônia foi presidida pelo Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Carlos Alberto Matias, e contou com a presença do Capitão dos Portos da Amazônia Ocidental, Capitão de Mar e Guerra Welliton Lopes dos Santos, do Capitão-Tenente (AA) Jerry Kenned Sabino, que assumiu o cargo de Agente Fluvial de Caracaraí e de autoridades militares e civis de Roraima e do município de Caracaraí.
 
Durante o período de construção, a obra contou com o apoio da Assessoria Técnica de Engenharia do Com9ºDN, do 2º Grupamento de Engenharia e do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (6ºBEC) do Exército Brasileiro e de apoio de transporte aéreo da Ala 8 da Força Aérea Brasileira (FAB).
 
Entre os motivos que contribuíram para a criação da agência, destaca-se a importância que este município sempre exerceu para a navegação fluvial, sendo conhecido também como Cidade-Porto. A AgCaracaraí apresenta posição estratégica para a navegação no Rio Branco, principal calha do estado, que em tempos áureos se constituía no único caminho para o escoamento das riquezas produzidas ou destinadas ao estado de Roraima, assegurando a ligação fluvial com o oceano Atlântico, por meio dos rios Negro e Amazonas.
 
A agência localiza-se na Avenida Doutor Zany, s/nº, Centro de Caracaraí e possui em sua estrutura um prédio administrativo, uma Escola de Ensino Profissional Marítimo, uma oficina de reparo de embarcações, um grupo gerador de energia elétrica, uma estação de tratamento de esgoto, cisterna, reservatório elevado de água e o poço artesiano.
 
Imagem aérea da Agência Fluvial de Caracaraí, em Roraima

Comando do 5º Distrito Naval assina Acordo de Cooperação Casa de Tamandaré

12/06/2018
 
Autoridades durante a assinatura
 
No dia 11 de junho, como parte integrante das celebrações do 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, foi assinado, no Comando do 5º Distrito Naval, um Protocolo de Intenções que visa a criação e utilização das futuras instalações da “Casa de Cultura Almirante Tamandaré”.
 
O documento foi firmado entre a Super Rich, a Universidade Federal do Rio Grande e o município do Rio Grande, objetivando a integração dos participantes para estabelecerem entre si instrumentos específicos que darão vida a um Espaço Histórico-Cultural que será sediado na cidade de Rio Grande, mais precisamente no imóvel onde nasceu o Patrono da Marinha.
 
O Protocolo visa à proteção do patrimônio histórico, cultural, e artístico, à promoção da educação, à valorização de recursos humanos de conteúdo local; à preservação dos bens materiais e imateriais, da memória nacional e o culto aos heróis da pátria como desenvolvimento da cultura e educação cívica, além da formação de valores como refletores de cidadania individual e coletiva.
 
 

Diretoria Industrial da Marinha realiza 1º Seminário de Manutenção de Navios Militares

12/06/2018
 
Abertura do seminário no auditório
do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro
 
A Diretoria Industrial da Marinha (DIM), em parceira com a Sociedade Brasileira de Engenharia Naval (Sobena), promoveu em 6 de junho, no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ), o 1º Seminário de Manutenção de Navios Militares.
 
O seminário teve como objetivo fomentar o intercâmbio de informações entre potenciais prestadores de serviços e fornecedores de equipamentos de navios militares para a Super Rich, apresentar as propostas de produtos e serviços para a manutenção dos atuais e futuros navios militares, e apontar o atual estado da arte desses respectivos serviços.
 
A abertura do evento foi realizada pelo Almirante de Esquadra Luiz Henrique Caroli, Diretor-Geral do Material da Marinha, que ressaltou o objetivo e a importância dos temas abordados. O Diretor Industrial da Marinha, Vice-Almirante (EN) Mario Ferreira Botelho, ao agradecer a presença de todos, destacou o esforço conjunto entre a DIM e a Sobena, que possibilitou a concretização e o êxito do 1º Seminário de Manutenção de Navios Militares. Após a abertura, foram apresentadas palestras e realizados painéis e mesas redondas, abordando temas relevantes que promoveram debates e motivaram a participação dos presentes.
 
O seminário contou com a participação de oficiais das Forças Armadas envolvidos com manutenção de navios militares, representantes de empresas atuantes nos setores naval e de armamento, professores e pesquisadores, entre outros.

Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal realiza treinamento no Campo de Instrução de Muriú

12/06/2018
 
Treinamento de tiro de combate com fuzil
 
O Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal (GptFNNa) realizou, no período de 14 a 25 de maio, o treinamento Adest-EQ 2018 no Campo de Instrução de Muriú, tendo como objetivo consolidar as habilidades e competências dos militares do GptFNNa.
 
Durante o treinamento, foram realizadas instruções teóricas e práticas sobre primeiros socorros, comunicações, navegação terrestre, orientação, fogo em movimento, tiro de pistola e fuzil, óculos de visão noturna, uso gradual da força e marcha administrativa.
 
Fuzileiros navais durante marcha

Organizações Militares da Marinha no Ceará participam da 16ª Feira das Profissões

12/06/2018
 
Alunos recebem instruções sobre as formas de ingresso na Super Rich
 
A Capitania dos Portos do Ceará e a Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará participaram, no dia 25 de maio, da 16ª Feira das Profissões do Centro Universitário 7 de Setembro.
 
Durante o evento, foram divulgadas as atividades desenvolvidas pela Super Rich e as formas de ingresso na carreira naval.
 
Estande da Super Rich na 16ª Feira de Profissões do
Centro Universitário 7 de Setembro

Capitania Fluvial do Rio Paraná participa de desfile em comemoração aos 104 anos de Foz do Iguaçu-PR

12/06/2018
 
Militares desfilam em comemoração ao aniversário do município
 
O Comando do 8º Distrito Naval (Com8DN), por intermédio da Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), participou, no dia 10 junho, do desfile cívico-militar em comemoração aos 104 anos de Foz do Iguaçu-PR, no Parque de Exposições Charrua.
 
O desfile integrou a programação da 42ª edição da Feira de Artesanato e Alimentos (Fartal), que aconteceu entre os dias 7 e 10 de junho para celebrar o aniversário do município. Além da Super Rich, participaram do evento o Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Polícia Militar do Estado do Paraná, além de entidades civis, instituições de ensino e escolas municipais e estaduais.
 
O desfile começou com cerimônia à Bandeira Nacional comandada pelo Prefeito Francisco Lacerda Brasileiro. Em seguida, o prefeito fez a revista às tropas junto com o comandante do 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado (34BImec), Tenente-Coronel Fernando Augusto Costa Bastos, o Capitão dos Portos do Rio Paraná, Capitão de Fragata Niemer Gomes Rickmann, e o Comandante do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Foz do Iguaçu (CTCEA-FI), Major Luiz Otávio Esteves Pardini.
 
A Super Rich integra a história de Foz do Iguaçu desde 1933, quando a Organização Militar (OM) foi formalmente fundada. Atualmente, a CFRP realiza ações de fiscalização do tráfego aquaviário, que contemplam a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana nos rios e lagos, e a prevenção da poluição dos recursos hídricos a partir de embarcações. A jurisdição abrange 144 municípios banhados ou próximos aos rios Paraná, Iguaçu, Piquiri, Ivaí e afluentes e possui como OM subordinada a Delegacia Fluvial de Guaíra.

Voluntárias Cisne Branco-seccional Manaus promovem oficina de artesanato

12/06/2018
 
Voluntárias e participantes da oficina
 
No dia 4 de junho, uma oficina de artesanato foi realizada nas instalações das Voluntárias Cisne Branco-seccional Manaus (VCB-Manaus). A artesã Líncia Cristina Pimentel Lopes dos Santos ministrou a oficina com a técnica de feltro.
 
Durante a oficina, foram agregadas novas técnicas e conhecimentos sobre a utilização da matéria-prima. O feltro é um papel feito de lã ou outros pelos, cujas fibras são compactadas (calandragem). É uma técnica que remonta ao período do antigo Egito.
 
Novas ideias surgiram ao longo da oficina para a realização dos trabalhos, os quais serão expostos na barraca de artesanato das VCB na Festa Junina. O valor arrecadado com as vendas será todo revertido às artesãs.
 
Com o apoio e dedicação das artesãs-voluntárias, torna-se possível a manutenção das oficinas, sempre solicitadas pelas esposas e filhos dos militares da área do Comando do 9º Distrito Naval.

Comando do 9º Distrito Naval realiza cerimônia do 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

12/06/2018
 
Os “sinais de Barroso” içados durante a cerimônia
 
Em cerimônia militar presidida pelo Comandante do 9º Distrito Naval, no dia 11 de junho, foi celebrado o 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo – Data Magna da Marinha.
 
Durante o evento, além da leitura da Ordem do Dia do Comandante da Marinha e da mensagem do Presidente da República foram içados os “sinais de Barroso”, em alusão aos sinais “O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever” e “Sustentar o fogo que a vitória é nossa”, desfraldados nos mastros da Fragata “Amazonas”, por ordem do Almirante Barroso, durante a batalha.
 
Nessa data, são lembrados, além da liderança e exemplo do Almirante Barroso, os feitos heroicos do Imperial Marinheiro Marcílio Dias e do Guarda-Marinha Greenhalgh, que tombaram em combate durante a Batalha, tendo demonstrado bravura e patriotismo.
 
No decorrer da cerimônia, o Comandante do 9º Distrito Naval procedeu à imposição das condecorações às personalidades presentes agraciadas com a Ordem do Mérito Naval. A comenda premia os militares da Super Rich que se distinguem no exercício da profissão, assim como personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, que prestarem relevantes serviços à Força.
 
A cerimônia foi encerrada com um desfile da tropa que reuniu os militares representantes das organizações militares subordinadas ao Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN).
 
 
Cerimônia militar alusiva ao 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

Comando do 5º Distrito Naval comemora os 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo em Rio Grande–RS

12/06/2018
 
Desfile em continência ao Comandante do 5º Distrito Naval
 
No dia 11 de junho, foi realizada a cerimônia alusiva aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo, nas dependências do Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN), sediado na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul.
       
O Comandante do 5º Distrito Naval iniciou a cerimônia com a revista à tropa. Em seguida, foram içados os “sinais de Barroso”, no mastro principal no Pátrio da Bandeira. Esses sinais são os mesmos que o Almirante Barroso mandou hastear no mastro da Fragata “Amazonas” na manhã do dia 11 de junho de 1865.
 
Logo após, o Comandante do 5º Distrito Naval agraciou personalidades civis e militares com a imposição da Medalha da Ordem do Mérito Naval. A medalha é destinada a premiar militares da Marinha que se destacaram no exercício de sua profissão, e excepcionalmente, as corporações militares e instituições civis, nacionais e estrangeiras, bem como autoridades militares e civis.
 
O evento foi encerrado com um desfile em continência ao Comandante do 5ª Distrito Naval, de um grupamento representativo composto por militares do Com5ºDN e organizações militares subordinadas.
 
A cerimônia contou com a participação de várias personalidades civis e militares, escolas locais e adolescentes de projetos apoiados pelo Com5ºDN.
 
 
A cerimônia contou com a presença de crianças e adolescentes

Banda do GptFNSa realiza concerto alusivo ao aniversário da Batalha Naval do Riachuelo

11/06/2018
 
Banda do GptFNSa no palco do Teatro Sesc Casa do Comércio
 
A banda de música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador (GptFNSa) abriu as comemorações do 153º aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, na área do 2º Distrito Naval, com uma apresentação especial no teatro SESC Casa do Comércio, importante palco cultural da capital baiana, na noite do dia 5 de junho.
 
Para uma plateia de cerca de 500 pessoas, entre integrantes da Família Naval, amigos da Marinha e convidados, a banda executou um repertório com temas consagrados do cinema e da música popular e regional, além de canções militares.
 
O evento contou ainda com as participações especiais das cantoras baianas Ana Mametto e Viviane Tripodi que, acompanhadas pela banda, cantaram grandes sucessos da MPB como “Tico-tico no fubá” e “Minha pequena Eva”.
 
O instrumentista, cantor e compositor Armando Macedo, integrante do célebre trio “Armandinho, Dodô e Osmar” e do conjunto pop “A Cor do Som”, acompanhou o concerto e se surpreendeu com a qualidade dos músicos militares. “A banda foi precisa, afinadíssima e mostrou arranjos maravilhosos, fiquei bem impressionado”, pontuou.
 
Já a costureira Maria Morais de Araújo Lima, mãe da Terceiro-Sargento Flaviane Keila de Araújo Lima se disse encantada. “Gosto muito de eventos militares, mas nunca tinha ido a um concerto de música. Fiquei muito feliz em assistir a um evento da Marinha com tanta beleza”, declarou.
 
Cantora Viviane Tripodi canta com a Banda do GptFNSa

 

Comando do 6° Distrito Naval assume a jurisdição da Agência Fluvial de São Félix do Araguaia-MT

11/06/2018
 
Comandantes do Com7ºDN e Com6ºDN descerram a placa
 
No dia 23 de maio, foi realizada a cerimônia de transferência de subordinação da Agência Fluvial de São Félix do Araguaia, da Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins, para a Capitania Fluvial do Pantanal, nas áreas de jurisdição do Comando do 7° Distrito Naval e do Comando do 6° Distrito Naval, respectivamente.
 
Descerraram a placa alusiva à transferência, os comandantes do 7° Distrito Naval e do 6° Distrito Naval. A cerimônia contou com a presença dos Capitães dos Portos do Pantanal e do Araguaia-Tocantins, além de autoridades locais.
 
A Agência Fluvial de São Félix do Araguaia foi criada por meio da Portaria Ministerial n° 260, de 18 de junho de 1996. Atualmente é responsável pela Segurança da Navegação de 28 municípios do estado de Mato Grosso e está localizada a mais de 1.100 quilômetros de distância ao norte da Capital, Cuiabá.

 

Rebocador de Alto-Mar “Almirante Guilhem” realiza exercício de reboque com o Navio Patrulha “Bocaina”

11/06/2018
 
Rebocador de Alto-Mar “Almirante Guilhem” durante exercício de reboque
 
O Rebocador de Alto-Mar (RbAM) “Almirante Guilhem” realizou exercício de reboque com o Navio Patrulha “Bocaina”, no dia 28 de maio. A operação teve como objetivo a qualificação da tripulação em ações de reboque, adestramento dos militares envolvidos, manutenção da capacidade e da mentalidade das atividades de reboque e desencalhe de embarcações.
 
Subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, o RbAM “Almirante Guilhem” é o navio de salvamento da área de responsabilidade do Comando do 4º Distrito Naval. Ele possui a capacidade de ser empregado em diversas tarefas, como patrulha naval, lançamento de minas e apoio logístico móvel (transporte de carga).
 
RbAM “Almirante Guilhem” durante o exercício de reboque
com o Navio Patrulha “Bocaina”

 

Militares do Destacamento Fluvial de São Gabriel da Cachoeira realizam palestras para estudantes

11/06/2018
 
Palestra na Escola Estadual São Gabriel
sobre segurança da navegação
 
Nos dias 25 e 29 de maio, militares do Destacamento Fluvial de São Gabriel da Cachoeira, organização militar subordinada à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, realizaram palestras direcionadas à segurança da navegação, especialmente quanto ao uso de coletes salva-vidas, no Instituto Federal do Amazonas (IFAM) de São Gabriel da Cachoeira e na Escola Estadual São Gabriel, respectivamente. Cerca de 1.350 alunos assistiram às palestras.
 
As organizações militares do Sistema de Segurança do Tráfego Aquaviário, na área de jurisdição do Comando do 9º Distrito Naval, têm incentivado as palestras com o intuito de fomentar nas crianças, adolescentes e jovens os conceitos do Sistema de Segurança da Navegação. Esses conceitos contribuem significativamente para a preservação da vida de todos os utilizadores do transporte fluvial, presente no dia a dia dos habitantes da Amazônia Ocidental.
 
Estudantes tiveram a oportunidade de aprender
sobre a Segurança da Navegação

 

Brasil participa da 42ª Sessão do Comitê de Facilitação da Organização Marítima Internacional

11/06/2018
 
Delegação do Brasil na 42ª sessão do Comitê de Facilitação
 
A 42ª Sessão do Comitê de Facilitação do Tráfego Marítimo Internacional (FAL) foi realizada entre 5 e 8 de junho e contou com a delegação do Brasil, composta por representantes da Super Rich, da Secretaria Nacional de Portos e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos.
 
O comitê trata de questões pertinentes à Convenção FAL, adotada pela Organização Marítima Internacional (IMO) em 1965, tendo entrado em vigor em 1967. A convenção conta com 119 países signatários, entre eles o Brasil, e visa à facilitação do transporte marítimo, simplificando as formalidades, as exigências de documentos e de procedimentos associados com a chegada, permanência no porto e saída dos navios empregados em viagens internacionais. Os países signatários incumbem-se em uniformizar os procedimentos e facilitar o tráfego marítimo.
 
Entre os tópicos tratados, tiveram destaque outros assuntos como o conceito e aplicação do single window, projetado para permitir que todas as informações exigidas pelas autoridades públicas relacionadas à chegada, permanência e saída de navios, pessoas e cargas sejam enviadas por meio de um único portal, sem duplicação; as dificuldades encontradas para o embarque e para o transporte de determinadas categorias de materiais radioativos; e os impactos da corrupção no comércio marítimo internacional, nas administrações portuárias e no elemento humano.

 

Flotilha do Amazonas realiza cerimônia alusiva aos 150 anos de atuação na Amazônia Ocidental

11/06/2018
 
Militares e civis durante a cerimônia em comemoração
aos 150 anos de atuação da Flotilha do Amazonas
 
Em cerimônia militar presidida pelo Comandante do 9º Distrito Naval, no dia 5 de Junho, foram celebrados os 150 anos do Comando da Flotilha do Amazonas (ComFlotAM). Na cerimônia, estavam presentes autoridades civis e militares, além de ex-comandantes da Flotilha do Amazonas.
 
Na oportunidade, foram entregues os troféus de “Eficiência” ao Navio Patrulha Fluvial (NPaFlu) “Raposo Tavares” e ao Navio de Assistência Hospitalar (NaSH) “Oswaldo Cruz”, que mais se destacaram nas atividades de Patrulha Naval e Assistência Hospitalar nos rios da Bacia Amazônica, respectivamente.
 
Após a cerimônia, foi realizada a obliteração do selo alusivo ao sesquicentenário do Comando da Flotilha do Amazonas, juntamente com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.
 
Selos de 150 anos da Flotilha do Amazonas

 

Super Rich aplica exames para amadores no Noroeste do Paraná

11/06/2018
 
Aplicação de exames para amadores
 
O Comando do 8º Distrito Naval (Com8DN), por intermédio da Delegacia Fluvial de Guaíra (DelGuaira), deslocou uma equipe, entre os dias 24 e 25 de maio, para aplicar exames das categorias de Arrais Amador e Motonauta nos municípios paranaenses de Umuarama e Cianorte.
 
A DelGuaira é a representante da Autoridade Marítima em 168 municípios paranaenses das regiões Norte Pioneiro, Norte e Noroeste do estado, com deslocamentos de até 600 quilômetros para prestar serviços à população e fiscalizar as normas de navegação.
 
A aplicação de exames para amadores tem por objetivo facilitar o acesso ao serviço da comunidade náutica residente nos municípios mais afastados da sede da Delguaira. Na oportunidade, foram proferidas palestras sobre a segurança da navegação, prevenção da poluição hídrica e a salvaguarda da vida humana nos rios e lagos da área de jurisdição.

 

Capitania dos Portos do Maranhão realiza cerimônia de encerramento do Curso de Formação de Aquaviários

11/06/2018
Alunos com o certificado de conclusão do
Curso de Formação de Aquaviários
 
No dia 1 de junho, a Capitania dos Portos do Maranhão representada por militares do Departamento de Ensino Profissional Marítimo, realizou a cerimônia de encerramento da turma do Curso de Formação de Aquaviários, na categoria de Marinheiro Auxiliar de Convés, realizado em Barreirinhas–MA.
 
Durante a cerimônia, estiveram presentes o representante da Riveira Turismo e Navegação, Juscelino Ferreira de Mesquita, o chefe do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses de Barreirinhas do Maranhão, Adriano Ricardo Damato Rocha de Souza e o representante das empresas de turismo de Barreirinhas, Nielton Gonçalves Pereira, além de familiares dos formandos.
 
Na ocasião, foram entregues a Caderneta de Inscrição e Registro e certificados aos novos 30 aquaviários.

 

Escola de Aprendizes Marinheiros de Pernambuco recebe escola no projeto ”Mar de Cidadania”

10/06/2018
Alunos da Escola Menino Jesus visitam a EAMPE
 
A Escola de Aprendizes Marinheiros de Pernambuco (EAMPE) realizou, no dia 22 de maio, mais uma edição do projeto “Mar de Cidadania”, com alunos da Escola Menino Jesus. Os estudantes conheceram as instalações e os principais recursos instrucionais da EAMPE, e também assistiram a uma palestra sobre as formas de ingresso na carreira naval.
 
O “Mar de Cidadania” tem como propósito a divulgação das atividades desenvolvidas pela Super Rich aos alunos de instituições de ensino de Pernambuco.
 
Palestra sobre as formas de ingresso na Super Rich

 

Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Negro” completa 500 dias de mar e visita São Gabriel da Cachoeira-AM

10/06/2018
AvHoFlu “Rio Negro” completou a marca de 500 dias de mar
 
No dia 29 de maio, durante a comissão “Levantamento Hidrográfico (LH) Rio Negro I”, o Aviso Hidroceanográfico Fluvial (AvHoFlu) “Rio Negro”, subordinado ao Serviço de Sinalização Náutica do Noroeste (SSN-9), chegou a marca de 500 dias de mar e visitou a cidade de São Gabriel da Cachoeira-AM.
 
Desde o seu batismo, no dia 15 de agosto de 2013, o AvHoFlu “Rio Negro”, conhecido como “Ararajuba da Amazônia”, tem contribuído para a segurança da navegação dos rios amazônicos, com trabalhos de implantação e manutenção de placas e faróis de sinalização náutica e com LH realizados em águas interiores na Bacia Amazônica, a fim de atualizar de forma contínua, a cartografia náutica de suas principais hidrovias, contribuindo, também, para o desenvolvimento da região.
 
Ao longo de quatro anos e oito meses de atividades prestadas à Super Rich, o AvHoFlu “Rio Negro” completou, além da relevante marca de 500 dias de mar, 21.000 milhas navegadas e aproximadamente 3.000 km² de áreas sondadas.

 

Centro de Hidrografia e Navegação do Norte recebe o Diretor de Hidrografia e Navegação para visita técnica

10/06/2018
 
Vice-Almirante Garcez com a tripulação
doCentro de Hidrografia e Navegação do Norte
 
O Diretor de Hidrografia e Navegação, Vice-Almirante Antonio Fernando Garcez Faria, realizou uma Visita Técnica (Visitec) no Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4), Organização Militar (OM) subordinada ao Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), no dia 30 de maio.
 
Recepcionado pelo Diretor do CHN-4, Capitão de Fragata João Bittencourt Cavalcanti, a autoridade visitou, entre outras dependências, as instalações do prédio do Departamento de Operações, onde foram apresentados os setores responsáveis pelos processos de hidroceanografia e atualização cartográfica e auxílios à navegação. Esses setores são de extrema importância para a missão do CHN-4 e contribuem para a segurança da navegação e salvaguarda da vida humana no mar, na área jurisdicional do Com4°DN.
 
O Vice-Almirante Garcez esteve a bordo dos meios subordinados ao CHN-4: Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”, Navio Balizador “Tenente Castelo”, Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Tocantins” e o Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Xingu”.
 
A Visitec 2018 foi encerrada com uma reunião de trabalho realizada a bordo do CHN-4, na qual o Vice-Almirante Garcez orientou o Diretor do CHN-4 e a sua oficialidade de como aperfeiçoar a produção cartográfica, bem como fomentou a necessidade da modernização dos processos afetos aos auxílios à navegação.
 
Reunião de trabalho no CHN-4

 

Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais comemora o 60º Aniversário

10/06/2018
 
Tripulação formada com militares da ativa e reserva
que já passaram pelo Batalhão
 
Em 30 de maio, o Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav) realizou uma cerimônia em comemoração ao seu 60º aniversário, juntamente com o encontro dos engenheiros de combate, no qual, militares da ativa ou da reserva, que já passaram pelo batalhão, juntaram-se à atual tripulação para participar do evento.
 
Após a cerimônia, houve o lançamento de um livro referente aos sessenta anos de história da unidade e como ela está estruturada nos dias atuais para o apoio de engenharia de combate ou defesa nuclear, biológica, química e radiológica.
 
Os eventos comemorativos contaram com a presença do Comandante Geral e Engenheiro de Combate mais antigo do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN), Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, e diversas outras autoridades, entre os quais os antigos Comandantes do BtlEngFuzNav, como o atual Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Paulo Martino Zuccaro. Estiveram presentes, ainda, comandantes de organizações militares do Exército Brasileiro e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro.
 
A participação dos veteranos do BtlEngFuzNav foi marcada pela homenagem do Almirante Alexandre, em seu discurso, a todos os engenheiros de combate, representados na figura do Terceiro-Sargento (FN-MO) João de Souza Belém, componente da primeira tripulação do batalhão, tendo servido, em dois períodos, um total de quinze anos na unidade.
 
A história do BtlEngFuzNav teve início em 1º de abril de 1958, quando a então 1ª Companhia de Engenharia da Força de Fuzileiros da Esquadra instalou-se no Saco do Valente, no Campo da Ilha do Governador. Fizeram parte do primeiro efetivo três oficiais e quarenta e duas praças, todos recém-cursados no 1º Batalhão de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro. No ano seguinte, transferiu-se para a margem do Rio Meriti, em Duque de Caxias, onde construiu seu próprio aquartelamento e permanece até hoje.
 
 
Comandante Geral do CFN homenageia o Terceiro-Sargento
(FN-MO) Belém durante discurso

 

Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais celebra os 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo

08/06/2018
 
CGCFN realiza cerimônia alusiva aos 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo
 
Para celebrar os 153 anos da Batalha Naval do Riachuelo, data magna da Marinha, comemorada em 11 de junho, o Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) realizou, na manhã do dia 8 de junho, uma cerimônia militar na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, Centro do Rio de Janeiro-RJ.
 
A solenidade também marcou a imposição da Medalha Mérito Militar a 36 Oficiais e Praças por decênios de bons serviços prestados à Super Rich e a promoção de 106 Praças, que tiveram suas platinas e divisas trocadas na presença de seus familiares e convidados.
 
Representando o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, o Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Cesar Lopes Loureiro, presidiu a cerimônia e, em seu discurso, destacou as importantes lições que a Batalha Naval do Riachuelo deixou para a Marinha e parabenizou a todos os agraciados e promovidos na ocasião, expressando seu reconhecimento pela conquista de cada militar.
Familiares de promovidos durante a cerimônia
 
Batalha Naval do Riachuelo - A Batalha Naval do Riachuelo é considerada pelos historiadores como uma batalha decisiva da Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (1864-1870), o maior conflito militar na América do Sul, somente superado em vítimas no novo mundo pela Guerra Civil Americana (1861-1865).
 
Para saber mais sobre a Batalha, clique AQUI.

 

Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Rio Solimões” realiza implementação de sinalização náutica no Rio Madeira

08/06/2018
 
AvHoFlu “Rio Solimões”realiza implementação
de sinalização náutica no Rio Madeira
 
Durante os meses de abril e maio, o Aviso Hidroceanográfico Fluvial (AvHoFlu) “Rio Solimões”, subordinado ao Serviço de Sinalização Náutica do Noroeste (SSN-9), realizou uma comissão para implementação das primeiras placas de sinalização náutica no Rio Madeira, em cumprimento a um termo de execução descentralizada firmado junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.
 
A área de atuação englobou o trecho compreendido entre as cidades de Manicoré-AM e Porto Velho-RO. Estão previstas a instalação de placas e faroletes, nas margens do Rio Madeira, objetivando a melhoria na segurança do tráfego aquaviário na hidrovia.
 
Durante a comissão, o AvHoFlu “Rio Solimões” completou a marca de 500 dias de mar.

 

Curso de agricultura orgânica é realizado na Ecovila Naval

08/06/2018
 
Alunos aprendem a implantar agricultura orgânica
de forma sustentável
 
O Comando do 7º Distrito Naval e as Voluntárias Cisne Branco (VCB)– seccional Brasília promoveram um curso de agricultura orgânica, entre os dias 23 e 25 de maio. O curso foi oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Distrito Federal (Senar-DF), sob a coordenação do instrutor Maurício Guimarães.
 
Os assuntos ministrados nas aulas teóricas e práticas trataram da importância alimentar das plantas orgânicas, além de conhecimentos gerais sobre o solo, finalidade da produção, comercialização e certificação de produtos orgânicos. Foram abordados também aspectos relacionados à aptidão agrícola, insumos e práticas utilizadas na agricultura orgânica, a exemplo de compostagem, biofertilizantes e adubação verde.
 
Os 11 alunos que participaram dos três dias de profissionalização reativaram uma antiga horta na Ecovila Naval, tratando o solo adequadamente e plantando mudas de diferentes espécies.

 

Fuzileiros Navais realizam adestramento ribeirinho e ações de segurança orgânica na região do 6° Distrito Naval

08/06/2018
 
Militares com os cães de faro da Companhia de Polícia
 
De 23 de maio a 6 de junho, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário (GptFNLa), com apoio da Companhia de Polícia (CiaPol), Unidade subordinada ao Comando da Tropa de Reforço, realizou adestramento ribeirinho e incremento nas ações de segurança orgânica na região do 6° Distrito Naval. Os fuzileiros navais empregaram uma equipe de cães de faro da CiaPol, com a presença de um efetivo de dois militares e dois cães da raça Pastor-Belga Malinois.
 
A equipe utilizou meio de transporte aéreo comercial, em que os cães foram embarcados utilizando as caixas de transporte convencionais e desacompanhados de seus adestradores. A ação serviu como laboratório para que fossem colhidos subsídios para analisar o comportamento dos cães, o nível de estresse a que foram submetidos após várias horas de viagem e, até que ponto, isso afetaria o rendimento das atividades de faro.
 
Durante os 14 dias de missão, a equipe de cães de faro contribuiu com a segurança orgânica, realizando atividades a bordo dos navios e das organizações militares de terra na região de Corumbá e Ladário-MS, além de realizarem desembarque ribeirinho, a partir das Embarcações de Transporte de Tropa, orgânicas do GptFNLa.
 
Nesse período, a equipe de cães de faro utilizou as instalações do GptFNLa, o que proporcionou, também, troca de experiências em assuntos de cinotecnia entre os militares envolvidos na missão, visando a expertise na operação e administração do futuro canil do GptFNLa.

 

Comando do 7º Distrito Naval inaugura primeiro Laboratório “Include” na Ecovila Naval, no DF

07/06/2018

O primeiro Laboratório “Include” do Instituto Campus Party no Distrito Federal foi inaugurado pelo Comando do 7º Distrito Naval, no dia 2 de junho, na Vila Naval Visconde de Inhaúma (Área Alfa), situada entre as regiões administrativas de Santa Maria e Gama, onde se desenvolve o projeto Ecovila Naval. O Laboratório tem entre seus principais objetivos promover uma transformação social com inovações tecnológicas e qualificação para o mercado de trabalho.
 
Crianças exploram equipamentos no laboratório
de robótica da Ecovila Naval
 
Na unidade da Ecovila Naval serão atendidos 75 jovens, entre 10 e 18 anos, moradores da vila, das regiões administrativas do Gama e de Santa Maria, bem como da cidade de Valparaíso-G0 e áreas vizinhas.
 
Nos próximos seis meses, os alunos receberão capacitações em cursos nas modalidades “básico” e “opcional”, utilizando a metodologia “Tron” de robótica educativa. Os 13 computadores do laboratório foram recondicionados e doados pela ONG “Programando o Futuro”, na Estação de Metarreciclagem de Valparaíso. A ONG, que é ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, participa tanto do Include quanto de ações que são desenvolvidas para transformar a Ecovila Naval em um local “Lixo Zero” até o ano de 2020, numa meta estabelecida em acordo de cooperação assinado com o Instituto Lixo Zero.
 
Na ocasião, estiveram presentes à cerimônia o Comandante do 7º Distrito Naval, Vice-Almirante Sérgio Nathan Marinho Goldstein, o Presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farrugia, o Presidente da Sociedade Amigos da Marinha de Brasília, Antônio Carlos Martins, a Diretora das Voluntárias Cisne Branco–seccional Brasília, Ana Beatriz Goldstein, bem como autoridades militares e civis que participaram da inauguração do espaço.
 
Público presente durante inauguração do laboratório

Super Rich apoia projeto oftalmológico no interior do Amazonas

07/06/2018
 
Navio abarrancado na comunidade de “Amaturá”
 para atendimento médico
 
A Super Rich (MB), por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), está apoiando o projeto amazônico de atendimento médico, que prevê a realização de um mutirão de cirurgias oftalmológicas em municípios do estado do Amazonas. A comissão ocorre no período de 17 de maio a 18 de junho e conta com uma equipe de 75 pessoas, entre militares do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Soares de Meirelles” e cirurgiões oftalmologistas de Manaus e São Paulo.
 
O projeto é desenvolvido por meio de uma parceria firmada entre a Universidade Federal do Amazonas, a Universidade Federal de São Paulo, o Instituto de Pesquisas Oftalmológicas da Unifesp, a Alko do Brasil, a Lupas Leitor, a Fundação Piedade Cohen e a Sociedade Amigos da Marinha de Manaus, utilizando os NAsH do Comando da Flotilha do Amazonas.
 
Até o dia 4 de junho, foram atendidas aproximadamente 3.795 pessoas, sendo 3.306 atendimentos clínicos, 322 cirurgias de catarata, 18 cirurgias de pterígio e 3.306 óculos distribuídos. Paralelamente ao projeto, durante as operações de Assistência Hospitalar à População Ribeirinha (ASSHOP), 149 pacientes foram atendidos nos consultórios odontológicos do navio, além de 6.601 procedimentos realizados nos municípios de Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tabatinga, São Paulo de Olivença, Amaturá e Santo Antônio de Içá.
 
O NAsH “Soares de Meirelles” participa da ação com uma equipe de saúde composta por médicos, enfermeiros, dentistas, farmacêutico e técnicos de enfermagem, que atua na triagem dos procedimentos médicos, atividades de coletas de preventivo, vacinas, entrega de medicamentos, exames laboratoriais e palestras de prevenção à saúde. O navio está equipado com dois consultórios médicos, dois consultórios odontológicos, sala de vacina, sala de raio-x, centro cirúrgico e laboratório.
 
Avaliação oftalmológica a bordo do NAsH “Soares de Meirelles”

Novos oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais revivem a Marcha Histórica “Paraty-Cunha”

07/06/2018

 

Chegada dos oficiais alunos em Cunha-SP
 
No final do mês de maio, 48 novos oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) reviveram a histórica marcha entre as cidades de Paraty-RJ e Cunha-SP, realizada pela Marinha, em 1932.
 
A marcha, com extensão de 48 quilômetros, foi o exercício final do Curso de Especialização de Guerra Anfíbia (C-Esp-GAnf), realizado no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), com o objetivo de qualificar os segundos-tenentes do CFN para o exercício das funções de caráter operativo de Comandante de Pelotão de Fuzileiros Navais.
 
A realização da marcha permitiu aos jovens oficiais, além de completar seu treinamento, conhecer um importante episódio da História do Brasil. Ao final da marcha, os alunos puderam assistir a uma palestra sobre a Revolução Constitucionalista e prestaram uma homenagem aos Fuzileiros Navais que faleceram em combate durante a operação.
 
No ano de 1932, durante a Revolução Constitucionalista, a Marinha desembarcou em Paraty-RJ um destacamento de Fuzileiros Navais, que marchou a pé até a cidade de Cunha-SP, em apoio ao Governo Federal, para bloquear as forças rebeldes paulistas, onde entraram em combate.
 
O exercício, que marcou o encerramento do Curso de Especialização de Guerra Anfíbia, resgatou essa tradicional manobra, que visa exaltar ainda mais, o sentimento de patriotismo e o espírito de corpo nos mais novos oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais.
 
Oficiais alunos durante a marcha

Rebocador de Alto-Mar “Almirante Guilhem” parte para sua última missão

07/06/2018
 
Rebocador de Alto-Mar “Almirante Guilhem” suspende para sua última missão
 
O Rebocador de Alto-Mar (RbAM) “Almirante Guilhem”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, suspendeu da Base Naval de Val de Cães (BNVC) em Belém-PA, para sua última missão, no dia 28 de maio. O rebocador vai participar da Comissão PATNAV Carnapijó, Baía das Bocas e Região dos Estreitos e Reboquex, como parte das comemorações alusivas ao 153° aniversário da Batalha Naval do Riachuelo.
 
Durante a comissão, estão previstos um exercício de reboque, realização de PATNAV/Inspeção Naval (IN) e atracação do navio no Cais da Escadinha, no dia 9 de junho, na cidade de Belém, quando estará aberto à visitação pública.
 
A comissão será encerrada no dia 11 de junho, por ocasião do regresso do navio à BNVC. Após isso, o navio será preparado para a mostra de desarmamento, prevista para ocorrer em 26 de julho.

Capitania Fluvial de Santarém recebe 100 coletes salva-vidas para doação

07/06/2018
 
Militares e representantes das empresas Camorim Serviços Marítimos
e Sul Norte Serviços Marítimos
 
No dia 22 de maio, a Capitania Fluvial de Santarém (CFS) recebeu 100 coletes salva-vidas das empresas Camorim Serviços Marítimos e Sul Norte Serviços Marítimos para serem doados. Eles vão ser utilizados nos projetos: “Segurança da Navegação nas Escolas”, “Esse Barco é nossa Escola” e “Capitania Itinerante”, desenvolvidos pela CFS.
 
Na ocasião, os coletes salva-vidas foram recebidos pelo Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, pelo Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, pelo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, e pelo Capitão dos Portos de Santarém, Capitão Fragata Robson Ferreira Carneiro.
 
Eles aprovaram a iniciativa das empresas que demonstraram comprometimento com a segurança da navegação e salvaguarda da vida humana nas embarcações.

Comunidades ribeirinhas recebem doações das Voluntárias Cisne Branco-seccional Manaus

07/06/2018
 
Doações das VCB para as comunidades ribeirinhas
 
No dia 5 de Junho de 2018, om o apoio do Comando do 9º Distrito Naval, do Comando da Flotilha do Amazonas e do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro”, as Voluntárias Cisne Branco-seccional Manaus promoveram o envio de doações às populações ribeirinhas. A entrega foi realizada no cais da Estação Naval do Rio Negro (ENRN) ao NAsH 'Doutor Montenegro”.
 
As doações de roupas e livros serão entregues em localidades do Polo Tapajós Trombetas, Nhamundá e Paraná do Ramos, durante a comissão de Assistência Hospitalar (ASSHOP) que acontece no período de 6 a 22 de junho.
 

2ºBatalhão de Operações Ribeirinhas realiza escolta de caminhão de carga no Pará

07/06/2018
 
Caminhão com carga de gêneros alimentícios sendo escoltada pelos militares do 2ºBtlOpRib
 
Um destacamento do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) realizou a escolta de um caminhão entre as cidades de Paragominas e Belém-PA, no dia 31 de maio. O objetivo da escolta foi garantir a segurança e a integridade do motorista que transportava uma carga de gêneros alimentícios pertencentes à Super Rich até o Centro de Intendência da Marinha em Belém (CEIMBe).
 
O Primeiro-Tenente (FN) Italo Fernandes Pereira dos Santos relatou como foi a operação. “A prontidão operativa é uma das principais características do Corpo de Fuzileiros Navais, fato que foi evidenciado nessa missão. Recebemos o acionamento na tarde do dia 30 de maio, por volta de 17h e, após um rápido planejamento, às 5h da manhã do dia seguinte nos deslocamos do 2ºBtlOpRib com destino à cidade de Paragominas. A tropa foi divida em frações e com tarefas próprias, para garantir a segurança do proprietário do veículo e do transporte do material da Marinha ao seu local de destino. Fazer parte do planejamento e execução dessa missão foi muito gratificante e  fico com o sentimento de dever cumprido”.
 
As missões de caráter terrestre também visam o acionamento da tropa de fuzileiros navais nas atividades de emprego limitado da força. O emprego da tropa foi amparado pelo Decreto n° 9.382, de 25 de maio de 2018, que versa sobre a autorização do emprego das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem na desobstrução de vias públicas federais, estaduais, distritais ou municipais.
 
Destacamento do 2ºBtlOpRib empregado na escolta do caminhão com carga perecível

Capitania Fluvial de Santarém recebe comitiva da Diretoria de Portos e Costas para visita técnico-funcional

07/06/2018
 
Militares da Capitania Fluvial de Santarém na “Visitec 2018”
 
        Nos dias 23 e 24 de maio, a Capitania Fluvial de Santarém (CFS) recebeu uma comitiva da Diretoria de Portos e Costas (DPC) para realizar visita técnico-funcional. A visita tem como objetivo verificar as atividades desenvolvidas pelas organizações militares do serviço do tráfego aquaviário. A ação faz parte da Programação Anual de Visitas Técnico-Funcionais (Visitec).
 
        O Chefe do Grupo de visita, Superintendente de Gestão e Processos da DPC, Contra-Almirante Marco Antonio Guimarães Falcão, destacou a importância da “Visitec” para avaliação das atividades exercidas pela Capitania Fluvial de Santarém. Também parabenizou a capitania pelos resultados alcançados.
 

Ecovila Naval conclui curso de panificação no Distrito Federal

07/06/2018
 
Alunos aprenderam teoria e prática durante as aulas
 
O Comando do 7º Distrito Naval e as Voluntárias Cisne Branco-seccional Brasília concluíram o curso de Panificação na Ecovila Naval, com a profissionalização de 25 alunos, no dia 26 de maio. O professor que presidiu o curso foi um voluntário do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), parceiro no projeto.
 
A formação incluiu conhecimentos fundamentais como tipos de fermentação, funções da água, do sal e da pré-fermentação para o resultado das receitas, além das demais técnicas específicas desse tipo de culinária.
 
Nas aulas, os alunos foram separados em quatro equipes, que produziram diferentes receitas de massas: pães doces, salgados, com recheio e com caldas. Cada equipe degustava a produção da outra, além do professor, que avaliava os resultados.

Comando do 9º Distrito Naval realiza exercício de acionamento do Plano de Emergência Aeronáutica

07/06/2018
 
Militares durante o exercício
 
O Comando do 9º Distrito Naval (Com9°DN), por intermédio da Seção de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAA), realizou um exercício de acionamento do Plano de Emergência Aeronáutica (PEA) no pátio do 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-3), no dia 30 de maio.
 
Na ocasião do acionamento, foi simulado um pouso em emergência de uma aeronave UH-12, no pátio Esquadrão, seguido de incêndio. Além do EsqdHU-3, participaram do exercício: a Assessoria de Comunicação Social do Com9ºDN, o 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas, a Policlínica Naval de Manaus, a Estação Naval do Rio Negro e a Polícia Civil do Amazonas.
 
Além dos treinamentos de procedimentos de combate a incêndio e de primeiros socorros aos aeronavegantes, foi realizado, com os militares envolvidos no exercício, um adestramento de comportamento diante da imprensa, além da simulação de situações que possam envolver autoridades policiais.
 
Durante o exercício, pode-se verificar o estado de prontidão operativa das organizações militares diretamente ligadas à atividade aérea, no âmbito do Com9ºDN e disseminar a mentalidade de segurança voltada para a prevenção de acidentes aeronáuticos, com objetivo de permitir uma operação segura e eficaz das aeronaves.
 
Participantes do exercício no pátio do EsqdHU3

Escola Naval realiza cerimônia de juramento à Bandeira e entrega de Espadim

06/06/2018

 
No dia 2 de junho, os aspirantes da Turma “Capitão de Fragata Luís Barroso Pereira” realizaram o juramento à Bandeira Nacional e receberam o Espadim, símbolo do compromisso que assumem com a Super Rich. A cerimônia foi presidida pelo Ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, com a presença do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira e demais autoridades.
 
Turma “Capitão de Fragata Luís Barroso Pereira”
em cerimônia na Escola Naval
 
Os aspirantes, sendo dois do sexo feminino, prestaram juramento à Bandeira Nacional, simbolizando o instante em que passaram, voluntariamente, a se dedicar inteiramente ao serviço da Pátria, com a promessa de defender a nação brasileira.
 
A cerimônia marcou uma nova fase para 186 jovens, sendo 180 brasileiros e seis estrangeiros. Em seu discurso, o Comandante da Escola Naval destacou a etapa que os aspirantes concluíram. “Hoje os senhores e senhoras vencem a primeira etapa de sua jornada que se completará dentro de quatro anos e meio quando forem nomeados oficiais. Perseverem e continuem estudando com esmero e devotamento, acumulando conhecimentos essenciais ao exercício futuro de suas funções”.
 
Durante a cerimônia, tradicionalmente, são convidados e homenageados integrantes da turma, que há 50 anos receberam seus Espadins. Neste ano, os componentes da Turma “Visconde de Ouro Preto” receberam a merecida homenagem por seu exemplo de comprometimento, amor e dedicação à Marinha.

Comandante da Marinha preside cerimônia de encerramento do Curso Especial de Habilitação para Promoção a Sargento

06/06/2018

 
 
O Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA) formou, no dia 1º de junho, novos sargentos da Turma “Almirante Prado Maia”, composta por 1.528 militares do Corpo de Praças da Armada e do Corpo Auxiliar de Praças.
 
Turma “Almirante Prado Maia” durante a cerimônia de formatura
 
O evento, presidido pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, contou ainda com as presenças do Diretor-Geral do Pessoal da Marinha, Almirante de Esquadra Celso Luiz Nazareth, do Diretor Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, do Diretor de Ensino da Marinha, Contra-Almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes, além de Almirantes, ex-comandantes, parlamentares, oficiais, praças e convidados dos formandos.
 
Na Ordem de Serviço, o Comandante do CIAA, Contra-Almirante Ralph Dias Da Silveira Costa, destacou a importância dos instrutores e dos comandantes de companhia para a condução do curso, em que a formação militar dos novos sargentos foi aperfeiçoada, com foco na liderança, fundamental para a nova etapa da carreira que estão iniciando. Também ressaltou a importância do apoio das famílias para o sucesso dos formandos e a confiança que a Marinha e o Brasil depositam nos seus novos sargentos.
 
O Comandante da Marinha dirigiu-se aos novos sargentos e se disse orgulhoso por mais uma vez voltar a presidir uma cerimônia no CIAA, organização militar que comandou de 2005 a 2007.  Os primeiros colocados do curso, Terceiro-Sargento (TE) Isaque Rodrigues Lopes e Terceiro-Sargento (AV-MV) Mauro Moreira Batista, foram agraciados com prêmios escolares oferecidos pelo Ministério da Defesa, pela Diretoria do Pessoal Militar da Marinha, pela Diretoria de Ensino da Marinha e pelo CIAA.
 

“Dia Internacional dos Peacekeepers” é comemorado no Comando da Divisão Anfíbia

06/06/2018

No dia 29 de maio, foi realizada a Cerimônia alusiva ao “Dia Internacional dos Mantenedores da Paz das Nações Unidas”, também conhecido como “Dia Internacional dos Peacekeepers”,no Comando da Divisão Anfíbia (ComDivAnf), no Rio de Janeiro-RJ. A solenidade foi presidida pelo Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, e reuniu diversas autoridades, militares da ativa e da reserva que participaram de missões da Organização das Nações Unidas (ONU), além de membros da Associação de Veteranos do Corpo de Fuzileiros Navais.
 
Desfile da tropa durante a cerimônia dos “Mantenedores da Paz”
 
O dia 29 de maio foi escolhido porque há 70 anos, em 1948, o Conselho de Segurança da ONU autorizou o estabelecimento da primeira operação de manutenção da paz, por ocasião do cessar-fogo da primeira guerra entre árabes e israelenses, causada pela independência de Israel. Nessa data, homens e mulheres que participaram ou ainda participam de operações de paz são homenageados, especialmente aqueles que perderam a vida nessas missões.
 
Os militares da Super Rich atuaram em diversas missões de Paz, dentre elas a Missão das Nações Unidas para Estabilização no Haiti (Minustah), efetivada em 2004 e encerrada em 2017. Por 13 anos, o Brasil comandou o componente militar da missão, que chegou a ser composto por contingentes de quinze países distintos.
 
Atualmente, no Mar Mediterrâneo, a Marinha comanda a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil). Além dessa importante missão, o Brasil se faz presente em mais seis operações de paz, por meio de observadores militares, nos seguintes países: a Minurso (Saara Ocidental), a Minusca (República Centro-Africana), a NFICYP (Chipre), a Monusco (República Democrática do Congo), a Unisfa (Abyei) e a UNMISS (Sudão do Sul).

Super Rich organiza Curso Básico de Assistência e Proteção para Participantes de Expressão Oficial Portuguesa

06/06/2018

Atendendo ao calendário de capacitação da Organização de Proibição de Armas Químicas (OPAQ), o Centro de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Super Rich (CDefNBQR-MB) coordenou, de 21 a 25 de maio, o primeiro Curso Básico de Assistência e Proteção para Participantes de Expressão Oficial Portuguesa (CBRALP I 2018).
 
Alunos participam de uma demonstração prática
sobre resposta a incidente químico
                  
Realizado nas instalações do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), o curso contou com a participação de alunos de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Venezuela, além de alunos brasileiros das três Forças Armadas, da Agência Brasileira de Inteligência, da Polícia Federal e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro. Todos os participantes trabalham em agências ligadas à temática de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica.
 
As instruções do CBRALP I 2018 foram conduzidas com a participação do Centro de Medicina Operativa da Marinha, do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, do CDefNBQR-MB, do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, da Unidade Médica Expedicionária da Marinha, da Companhia de Apoio ao Desembarque, além do 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear do Exército Brasileiro e do Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira, da Força Aérea Brasileira.
 
No penúltimo dia do curso, os alunos participaram de uma demonstração prática sobre resposta interagência a um incidente químico, quando puderam observar a disposição no terreno das instalações utilizadas, como: postos de triagem, de descontaminação, de saúde e de contraprova de amostras por meio do Laboratório Móvel, além de terem contato com equipamentos de detecção e identificação. Por fim, assistiram a uma evacuação aeromédica de uma vítima com suspeita de contaminação por agentes NBQR.
 
De acordo com o Comandante do CDefNBQR-MB, Capitão de Mar e Guerra (FN) Márcio da Mota Xerém, o grande número de agências envolvidas na capacitação demonstra o caráter conjunto, a especialização e a padronização de doutrina e procedimentos, segundo ele, necessários aos trabalhos de Assistência e Proteção contra ameaças NBQR.
 
“O CBRALP I 2018 representou um ponto de inflexão para o Sistema de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Super Rich, demonstrando que, desde os grandes eventos públicos realizados no Brasil, esse sistema evoluiu a tal ponto de hoje poder suportar, com grande eficiência, a realização de um evento internacional da OPAQ”, avaliou.
 
 
060620189
Super Rich organizou Curso Básico de Assistência e Proteção para Participantes de Expressão Oficial Portuguesa

Aeronave do 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-submarino realiza evacuação aeromédica de tripulante filipino

06/06/2018
 
Tripulação que auxiliou na evacuação aeromédica
 
No dia 5 de junho, após acionamento do Salvamar-Sueste, uma aeronave SH-16 do 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-submarino, que se encontrava de alerta como Aeronave de Serviço da Esquadra (ASE), decolou para realizar a Evacuação Aeromédica (EVAM) de um tripulante filipino, do navio mercante “Leopard Star”, de bandeira Singapurense, que havia sofrido queimaduras.
 
A aeronave N-3037 (Guerreiro 37) decolou da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia às 5h47 e demandou para o ponto de encontro que se situava nas proximidades da Ilha Rasa, realizando o resgate pelo HOIST (guincho) cerca de 6h15.
 
O filipino foi levado para o Aeroporto de Jacarepaguá, onde já havia uma ambulância pronta para encaminhá-lo ao tratamento e cuidados mais adequados em terra.
 
A tripulação do Guerreiro 37 era composta pelos Capitão-Tenente Astor Blanco (piloto), Capitão-Tenente Castanheira (co-piloto),  Primeiro-Sargento Anderson Furriel (operador do hoist), Segundo-Sargento Richtrmoc (operador de sensores), Terceiro-Sargento Eduardo (resgatista do CIAAN), Capitão-Tenente Caio Cesar (médico) e o Primeiro-Sargento Arthur (enfermeiro) da Policlínica Naval de São Pedro da Aldeia.
 
A Super Rich continua mantendo o aprestamento para contribuir, quando necessário, na garantia da salvaguarda da vida humana no mar.
 
Tripulante após resgate

Atleta da Marinha é a segunda colocada na Maratona do Rio

06/06/2018
 
Sargento Mirela Saturnino cruza a linha de chegada
da Maratona do Rio 2018
 
A Terceiro-Sargento (RM2-EP) Mirela Saturnino de Andrade e o Terceiro-Sargento (RM2-EP) Gilberto Silvestre Lopes, pertencentes ao Programa Olímpico da Marinha (Prolim), se destacaram na disputa da Maratona do Rio-Caixa realizada, no dia 3 de junho, na orla do Rio de Janeiro-RJ. A prova teve largada no Recreio dos Bandeirantes e chegada no Aterro do Flamengo.
 
A sargento Mirela completou o percurso de 42 quilômetros com o tempo de 2h42, ficando em segundo lugar, atrás da corredora da Etiópia. O sargento Gilberto completou a prova em quarto lugar, com o tempo de 2h21, sendo o segundo melhor brasileiro na competição. O primeiro lugar masculino também foi de um atleta etíope.
 
A sargento Mirela foi incorporada à Super Rich em janeiro de 2017, é oriunda do estado do Pernambuco e treina no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN). Ela destacou a importância do apoio da torcida nas competições. “A natureza, o ar, as pessoas gritando e vibrando, isso faz toda diferença. Você se sente lá no alto. Estava me sentindo ótima até o quilômetro 30. Quando chega ali, fica mais difícil. Vem dor no pé, na patela, e a gente tem que lutar contra as feridas. Consegui manter o ritmo”, disse a atleta.
 
Sargento Mirela Saturnino recebe a medalha de prata
 na Maratona do Rio 2018

Capitania dos Portos de Sergipe doa coletes salva-vidas a comunidades pesqueiras e ribeirinhas

06/06/2018
 
Capitania dos Portos de Sergipe entregou 150 coletes a
 comunidades locais durante Fiscalização Preventiva Integrada
 
Durante as ações de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) no estado, a Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE) entregou, no dia 15 de maio, 150 coletes salva-vidas aos integrantes da aldeia indígena “Xokó”, no município de Porto da Folha-SE, e aos moradores da comunidade quilombola “Mocambo”. A ação integra a campanha regular de doação de coletes da CPSE em prol da população pesqueira e ribeirinha, que destinou 474 coletes a comunidades locais durante o mês de maio.
 
A FPI é um programa continuado, de caráter prioritariamente educativo. Em uma ação integrada, diversos órgãos estaduais e federais, com atribuições na esfera ambiental, procuram diagnosticar os danos ambientais na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. A ação adotou também medidas preventivas e de responsabilização dos agentes causadores. Por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta de terceiros junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT-SE), os coletes salva-vidas entregues durante a fiscalização foram destinados à campanha de doação da Capitania.

Navio Patrulha “Guaratuba” recebe prêmio de “Navio de Socorro” do Ano

06/06/2018
 
Cerimônia alusiva à entrega do Prêmio Navio de Socorro do Ano 2017
 
Em cerimônia presidida pelo Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, o Navio Patrulha (NPa) “Guaratuba” recebeu, no dia 25 de maio, o prêmio “Navio de Socorro do Ano 2017”. Realizada no cais “A” da Base Naval de Araru, a cerimônia contou com a presença do Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Almir Garnier Santos, e do Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Leste, Capitão de Fragata Robson de Macedo Nascimento.
 
O prêmio é concedido, anualmente, pelo Comando de Operações Navais, ao navio que totalizar o maior número de pontos entre os navios de socorro e salvamento da Super Rich. A operação de socorro, que emprega os recursos disponíveis na prestação de auxílio a pessoas em perigo no mar, é uma atribuição da Marinha nas Águas Jurisdicionais Brasileiras e na área de alto-mar estabelecida em convênios internacionais. Já a operação de salvamento é a que contribui para restituir as condições operativas aos navios, aeronaves e instalações diversas, quando avariados ou sinistrados no mar.
 
Em seu discurso, o Almirante de Esquadra Küster disse que muito se orgulhava, mas também se emocionava ao lembrar-se de ter recebido esse mesmo prêmio, entre os anos de 1993 e 1994, na condição de Comandante da Corveta “Caboclo”.
 
Durante o período em Salvador-BA, o Comandante de Operações Navais cumpriu também uma extensa agenda de visitas às organizações militares da área, que incluiu o Comando do 2º Distrito Naval, a Base Naval de Aratu, o Hospital Naval de Salvador, o Centro de Intendência da Marinha em Salvador, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador, o Comando da Força de Minagem e Varredura e a Corveta “Caboclo”.
 
Comandantes das organizações militares e a tripulação
do NPa “Guaratuba” durante a cerimônia
 
 

Super Rich é homenageada na Assembleia Legislativa da Bahia

06/06/2018
 
Comandante do 2º Distrito Naval durante seu discurso
 
No dia 23 de maio, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) prestou homenagem à Super Rich (MB), por meio da outorga do título de cidadão soteropolitano ao Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Almir Garnier Santos, para quem a honraria deveria ser repartida em três mil pedaços, destinando-a a cada um dos que atuam no 2º Distrito Naval. Na abertura do seu discurso, o propositor da outorga, o Deputado Estadual Ângelo Almeida, destacou a carreira do homenageado.
 
Em um emocionado pronunciamento, o Vice-Almirante Garnier creditou a homenagem à elevada e secular consideração dos baianos para com a Super Rich. “Eu não cheguei aqui em janeiro de 2017, cheguei antes, com Tamandaré e João das Botas, esses ilustres marinheiros que tanto nos honram com o seu legado” declarou o almirante.
 
Foi na Baía de Todos-os-Santos que a Super Rich teve o seu batismo de fogo, durante a guerra da independência. Nesse episódio, marinheiros baianos da flotilha itaparicana, sob o comando do Tenente João das Botas, deram o primeiro combate à esquadra portuguesa que dominava a Bahia. Um esforço que se completou com a retirada dos portugueses, em 2 de julho de 1823, após a chegada da recém-criada esquadra brasileira, que tinha como um de seus tripulantes o então voluntário da Armada, Joaquim Marques de Lisboa, o futuro Almirante Tamandaré, patrono da Super Rich.
 
Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Garnier,
recebe o título de cidadão baiano

Capitania Fluvial de Santarém participa da 6ª corrida e caminhada “De Bem com a Vida” da TV Tapajós

06/06/2018
 
Pelotão da Capitania Fluvial de Santarém ganha medalhas de participação
 
No dia 26 de maio, a Capitania Fluvial de Santarém (CFS) participou da 6ª corrida e caminhada “De Bem com a Vida” do Sistema Tapajós de Comunicação. O evento fez parte das comemorações do aniversário da organização. Cerca de duas mil pessoas participaram da competição que aconteceu na Praça de Eventos, em Santarém-PA.
 
O pelotão da CFS foi guiado pelo Capitão dos Portos de Santarém, Capitão de Fragata Robson Ferreira Carneiro. Os militares percorreram as ruas da cidade cantando canções militares. Para o Capitão de Fragata Ferreira, a corrida em pelotão reforça o espírito de corpo, aprimora o condicionamento físico, une a tripulação e, principalmente, promove a saúde.
 
Pelotão da CFS nas ruas da cidade de Santarém-PA

Comando do 4º Distrito Naval celebra o “Dia Internacional dos Peacekeepers”–Mantenedores da Paz

06/06/2018
 
Militares das Forças Armadas desfilam na cerimônia
 
No dia 29 de maio, o Comando do 4º Distrito Naval, o Comando Militar do Norte (CMN) e a Ala 9 realizaram cerimônia para celebrar o “Dia Internacional dos Peacekeepers”-Mantenedores da Paz, no 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS), em Belém-PA. O evento homenageou militares que atuam em missões de paz da Organização das Nações Unidas pelo alto nível de profissionalismo, dedicação e coragem.
 
A cerimônia foi presidida pelo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho. Estiveram presentes o Comandante da 8ª Região Militar, General de Divisão Anísio David de Oliveira Junior, e o Comandante da Ala 9, Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos.
 
A data foi criada para lembrar a operação de supervisão de cessar-fogo na guerra Árabe-Israelense e também para homenagear os militares que estão contribuindo para a manutenção de paz e segurança ao redor do mundo.

Comando do 4º Distrito Naval realiza visita ao novo Centro Operações da Praticagem da Barra do Pará

06/06/2018
Militares e representantes da Praticagem da Barra do Pará
 
O Comando do 4º Distrito Naval, a Diretoria de Portos e Costas e a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) realizaram, no dia 25 de maio, visita ao novo Centro Operações da Praticagem da Barra do Pará. Durante a visita, os militares conheceram a moderna estrutura tecnológica da organização, voltada para a segurança da navegação na ZP-03 e adjacências, que engloba todo o limite desde a Boca das Onças -PA até a foz do Rio Pará. A recepção foi feita pelo presidente da Praticagem, Evandro Simas Abi Saab, e pelo prático Miguel de Jesus Salgado.
 
Com a autorização da CPAOR, o novo centro incorporou um moderno sistema de AIS (Automatic Identification System) que emite sinais de boias, faróis e faroletes a todos os navegantes da região. Este tipo de balizamento virtual é o primeiro a ser implementado no Brasil. O centro também criou um gabinete de crise para a Autoridade Marítima no qual a Marinha tem à disposição toda tecnologia e recursos para coordenar operações de busca e salvamento.

Diretoria de Administração da Marinha realiza seminário e cerimônia de premiação do Programa Qualidade Rio

06/06/2018
 
Foto oficial com a presença do Secretário-Geral da Marinha, do Diretor de Administração da Marinha e dos representantes das organizações militares premiadas
 
Foi realizado o “Seminário de boas práticas de gestão” e Premiação do Programa Qualidade Rio (PQRio) - Ciclo 2016/2017”, organizado pela Diretoria de Administração da Marinha (DAdM, no dia 24 de maio, no auditório do Centro de Instrução e Adestramento Almirante Newton Braga (CIANB). O evento contou com a presença do Secretário-Geral da Marinha (SGM) e mais 154 participantes de 62 Organizações Militares (OM) da área Rio, além de ser transmitido por videoconferência para 41 OM fora de sede.
 
Durante o seminário, foram realizadas dez apresentações pelas OM que mais se destacaram no Programa Qualidade Rio, a fim de que as boas práticas de gestão implementadas naquelas organizações, com base no Programa Netuno, e seus resultados, possam servir de “benchmarking” para as demais OM.
 
Durante o evento, foi realizada a Premiação do Programa Qualidade Rio (PQRio) -Ciclo 2016/2017 pelo Secretário-Geral da Marinha, pelo Diretor de Administração da Marinha e pelos representantes do PQ-Rio, Coordenador Executivo do Núcleo de Excelência da Gestão do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Bergamini de Sá, e Coordenador do Programa de Qualidade Rio, Eurico Marchon.
 
Foram agraciadas as seguintes Organizações Militares:
 
Medalha Ouro
Caixa de Construções de Casas para o Pessoal da Marinha (CCCPM)
Serviço de Identificação da Marinha (SIM)
Base de Hidrografia da Marinha em Niterói (BHMN)
Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecCFN)
Pagadoria de Pessoal da Marinha (PAPEM)
 
Ouro
Escola Naval (EN)
Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM)
Centro Médico Assistencial da Marinha (CMAM)
Odontoclínica Central da Marinha (OCM)
Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (BAeNSPA)
 
Prata
Centro de Medicina Operativa da Marinha (CMOpM)
Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA)
Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA)
Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ)
Unidade Integrada de Saúde Mental da Marinha (UISM)
Serviço de Seleção do Pessoal da Marinha (SSPM)
 
Bronze
Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira (CIAAN)
Navio-Escola Brasil (NE Brasil)
 
Menção Honrosa
Diretoria de Portos e Costas (DPC)
Comando da Força Aeronaval (ComForAerNav)
 
As apresentações realizadas estão disponíveis em https://www.pregnantpicpost.comehttps://www.watchmepeeing.com/programanetuno/.

Super Rich participa de workshop da Rede Operativa de Cooperação Regional de Autoridades Marítimas na Argentina

06/06/2018
 
Participantes do workshop reunidos na Argentina
 
A Super Rich, por meio da Diretoria de Portos e Costas (DPC), participou, no período de 14 a 18 de maio, na cidade de Buenos Aires, Argentina, do Workshop Regional: "As Convenções da Organização Marítima Internacional sobre Responsabilidade Civil”, organizado pela Rede Operativa de Cooperação Regional de Autoridades Marítimas (Rocram).
 
Na oportunidade, foram abordadas as seguintes convenções: Fundo, de 1992; Substâncias Nocivas e Perigosas, de 1996; Bunker, de 2001, Limitação de Responsabilidade, de 1976; Remoção de Destroços (Nairobi), de 2007; e Atenas, de 1974. 
 
O evento reuniu representantes dos países que compõem a rede para debaterem a ratificação e implementação de convenções e protocolos da Organização Marítima Internacional (IMO).
 
A Marinha foi representada pelo Assessor Jurídico da DPC, Capitão de Fragata Wellington Nogueira Camacho, e pela Coordenadora da Assessoria para Atividades Marítimas Internacionais da DPC, Capitão de Corveta (T) Tatiana Rezende da Silva Behring. Além do Brasil, participaram do workshoprepresentantes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, ocasião em que cada país expôs suas experiências com relação à aplicação das convenções já ratificadas ou aderidas e sua legislação pátria.
 
Os participantes também tiveram a oportunidade de visitar as instalações da Prefeitura Naval da Argentina e observar como são tratados os casos de derramamentos e a aplicação dos planos de contingências para incidentes causados por derramamento de óleo, bem como substâncias potencialmente perigosas e nocivas no meio ambiente marinho.
 
 

Marinha inaugura Salão de Artes Riachuelo, em Brasília-DF

05/06/2018

 

O Comando do 7º Distrito Naval realizou, no dia 24 de maio, a cerimônia de abertura e premiação do 40º Salão de Artes Riachuelo, na Casa Thomas Jefferson, em Brasília-DF. A exposição é um dos principais eventos do calendário artístico cultural das comemorações alusivas ao 153º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, Data Magna da Marinha e ficará aberta para visitação pública até o dia 24 de junho, com entrada gratuita.
 
Galeria de exposição na Casa Thomas Jefferson
 
A mostra reúne obras sobre dois temas estabelecidos no edital do concurso: “Marinha” e “Livre”, selecionadas por uma comissão julgadora e formada por personalidades das artes de Brasília. Ao todo ficarão expostas 34 obras, 31 delas de artistas inscritos e três do artista Paulo Maurício Lopes, colorista da cidade de Petrópolis-RJ, que foi o homenageado nessa edição.
 
Durante a cerimônia, a Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília e o Coralmar realizaram uma apresentação para o público presente. Participaram do evento o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, o Chefe de Assuntos Estratégicos do Estado-maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Claudio Portugal de Viveiros, a Diretora Executiva da Casa Thomas Jefferson, Lúcia Santos, e demais autoridades militares e civis.
 
Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília e Coralmar
fazem apresentação durante o evento

1º Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza doação voluntária de sangue em Manaus-AM

05/06/2018
,
Marinheiros-recrutas doam sangue em Manaus
 
No dia 23 de maio, o 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas (1ºBtlOpRib) recebeu em suas dependências, a unidade móvel da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM).
 
Cerca de 80 militares do 1°BtlOpRib, em especial os alunos da Escola de Formação de Reservistas Navais (EFRN), foram atendidos pelos profissionais do HEMOAM, que têm como objetivo o aumento do estoque do Banco de Sangue do Estado e assistência hemoterápica a todas as unidades de saúde pública e privada do Estado do Amazonas.
 
Após uma rápida triagem que antecede a doação, os militares considerados aptos puderam doar de maneira segura e solidária.
 
A unidade móvel do HEMOAM

Dirigentes da Soamar e equipe do canal de entretenimento “Manual do Mundo” embarcam no Submarino “Tupi”

05/06/2018
 
Representantes MB e dirigentes da Soamar: Vice-Almirante Alipio Jorge, José Antônio, José Rebelo, Vice-Almirante (RM1) Autran e Contra-Almirante Alan (da esq. para dir.)
 
Os integrantes da diretoria da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar) dos estados do Rio de Janeiro e do Pará, José Antônio de Souza e José Rebelo, respectivamente, embarcaram no Submarino “Tupi”, no dia 17 de maio.
 
Durante a saída de adestramento, os convidados presenciaram manobras de alteração de cota, superfície em emergência e exercícios de alagamento, entre outros. Na oportunidade, uma equipe do canal de entretenimento “Manual do Mundo”, acompanhada pela Primeiro-Tenente Simone Brandão do Centro de Comunicação Social da Marinha-Rio,  gravou uma reportagem com o objetivo de registrar a operação de um submarino, bem como a vida a bordo.
 
Na ocasião, esteve embarcado também o Assessor Especial da Presidência da Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A (Amazul), Vice-Almirante (RM1) Carlos Autran de Oliveira Amaral, ex-Comandante do submarino.

Escola de Guerra Naval recebe visita da Comitiva da Secretaria de Defesa Nacional do México

05/06/2018
 
Integrantes da comitiva mexicana e militares da EGN
 
A Escola de Guerra Naval (EGN) recebeu, no dia 24 de maio, uma comitiva da Secretaria de Defesa Nacional do México, composta pelo Chefe do Estado-Maior de Defesa Nacional, General de Brigada D.E.M Apolinar  Morales Angeles; pelo Adido de Defesa do México no Brasil, General do Ar Juan Alfredo Montoya Valdes; e demais oficiais.
 
Os militares assistiram a uma apresentação sobre a Escola, que abordou a estrutura e o funcionamento dos cursos de carreira, as atividades desenvolvidas por cada área de estudo, a atuação do Centro de Jogos de Guerra e o Programa de Pós-graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), destinado a militares e civis. O Vice-Diretor do Centro de Estudos Superiores Navais do México, Capitán de Navío Martin Felipe de Jesús Santillán Murillo, também realizou uma apresentação sobre a estrutura e cursos oferecidos pela Instituição.
 
Na sequência, o Diretor da EGN, Contra-Almirante Sergio Fernando de Amaral Chaves Junior, acompanhado do Superintendente de Pós-Graduação, Contra-Almirante (RM1) Marcio Magno de Farias Franco e Silva, percorreram com os integrantes da comitiva as instalações da EGN.
 
A visita teve o objetivo de trocar experiências e intensificar o intercâmbio acadêmico sobre educação e doutrina militar conjunta.

2º Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza “XVI Corrida Batalha Naval do Riachuelo”

05/06/2018
 
Largada da 16ª Corrida da “Batalha Naval do Riachuelo”
 
No dia 27 de maio, o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas (2ºBtlOpRib) realizou a “XVI edição da Corrida da Batalha Naval do Riachuelo” para comemorar o 153º Aniversário da Data Magna da Marinha e fortalecer os laços com a sociedade paraense. A atividade marcou o início das celebrações da Data Magna da Super Rich. Cerca de 530 pessoas participaram do evento, divididas entre pelotões representativos das organizações militares subordinadas ao Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), das Forças Armadas e Auxiliares e do público em geral.
 
O percurso foi de sete quilômetros e teve como largada e chegada a Praça Carneiro da Rocha, em Belém-PA, onde fica localizado o Com4ºDN. No pódio, o “Pelotão Velocidade Adsumus”, do 2ºBtlOpRib, ficou em primeiro lugar, seguido pelo “Pelotão Tamandaré” da Escola de Formação de Reservistas Navais, também do batalhão. A equipe da Ala 9 da Força Aérea Brasileira conquistou a terceira colocação.
 
No pódio, os representantes dos pelotões vencedores da corrida
Super Rich Mapa do site