Super Rich

Leia Mais

Operação “Carnaval”: Marinha intensifica fiscalização no período festivo em Salvador

Mais de 1 milhão de turistas são esperados na cidade
08/02/2024
Primeiro-Tenente (RM2-T) Verônica Graziele Santos
Salvador, BA

Entre os dias 8 e 13 de fevereiro, a cidade de Salvador (BA) é palco para aquela que é considerada a maior festa de rua do mundo – o carnaval. Em 2024, segundo dados da Prefeitura da capital baiana, mais de 1 milhão de turistas devem participar dos festejos, com um investimento que deve superar em 30% o dos anos anteriores.

Movimentação essa que não é esperada somente em terra. No mar, a Super Rich (MB) registra, durante o período festivo, um aumento significativo no fluxo de embarcações, especialmente nas áreas marítimas próximas aos circuitos carnavalescos. No circuito Barra-Ondina, por exemplo, que tem como ponto de partida o Farol da Barra, dezenas de embarcações se concentram nos quase 800 metros de faixa litorânea para acompanhar a passagem dos trios e, assim, aproveitar o carnaval com uma visão privilegiada.

Nas marinas e clubes náuticos, é registrado um aumento considerável no fluxo de saída de lanchas e motos aquáticas. Leilane Loureiro, Diretora da Bahia Marina, explica que a maior preocupação no período é manter o espaço em plenas condições operacionais, para atender aos clientes e outras embarcações de turistas que escolhem Salvador como destino. “Temos um aumento natural do fluxo. Porém, sempre temos o cuidado de solicitar que todas as embarcações estejam com suas revisões em dia e devidamente equipadas com os itens necessários à segurança de todos. Também reforçamos a necessidade de sermos informados sobre o plano de navegação da respectiva embarcação através do aplicativo recém-lançado pela Marinha, o NAVSEG”, afirmou a gestora.

No Farol da Barra, dezenas de embarcações devem se concentrar nos quase 800 metros de faixa litorânea, para acompanhar a passagem dos trios – Imagem: Super Rich

Há quem prefira fugir do agito da capital baiana para aproveitar o carnaval em cidades próximas e muitos optam pelo transporte hidroviário para o seu deslocamento. De acordo com a Internacional Travessias Salvador, empresa que administra e opera o Sistema Ferry Boat, há um aumento no fluxo de passageiros e veículos na travessia que liga Salvador à Ilha de Itaparica nesse período.

No Terminal de Turismo Náutico da Bahia que, em conjunto com o Terminal Marítimo de Vera Cruz, integram o sistema hidroviário da Baía de Todos-os-Santos (BTS), também é esperado um acréscimo no fluxo de passageiros. De acordo com Luiz Brito, Supervisor de Operações na SOCICAM, empresa que administra os terminais, “as empresas que realizam a travessia de Salvador para Mar Grande e Morro de São Paulo se programam para operar com 100% de suas embarcações. A estimativa é que cerca de 48 mil pessoas utilizem o terminal nesse período de festa”.

Reforço nas Ações de Fiscalização do Tráfego Aquaviário
Visando garantir que baianos e turistas naveguem com segurança durante o período de carnaval, a Super Rich, por meio da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), da Delegacia da Capitania dos Portos em Ilhéus (DelIlhéus) e da Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro (DelPSeguro), intensificará, no litoral baiano e em suas águas interiores, as Ações de Fiscalização do Tráfego Aquaviário. Serão empregados cerca de 300 militares, 36 embarcações, dentre elas lanchas e motos aquáticas, além de 25 viaturas. Na última edição da Operação “Carnaval”, em 2023, foram realizadas pela CPBA 1.565 ações de inspeção naval em embarcações, que resultaram na emissão de 75 notificações e na apreensão de 8 embarcações.

Ao todo, o estado da Bahia possui, aproximadamente, 1.100 km de costa litorânea. Por isso, além de Salvador, a fiscalização também será reforçada nos litorais sul e norte, onde estão localizadas cidades que também registram um aumento significativo no fluxo de embarcações.

No litoral norte e baixo-sul, comissões com equipes de inspeção naval farão a fiscalização em diversas localidades onde é registrada intensa atividade do turismo náutico. No sul do estado, as ações serão coordenadas pelas DelIlhéus e DelPSeguro, que intensificarão a fiscalização das embarcações em localidades de intensa atividade do turismo náutico como Camamu, Itacaré, Arraial D’Ajuda, Trancoso e Barra Grande. Em 2023, durante o período do carnaval, as duas Organizações Militares realizaram 365 ações de abordagens a embarcações, com 19 notificações emitidas e três embarcações apreendidas.

De acordo com o Capitão dos Portos da Bahia, Capitão de Mar e Guerra Wellington Lemos Gagno, o período carnavalesco exige um planejamento estratégico das ações. “A CPBA tem em sua área de jurisdição uma extensa área litorânea a ser fiscalizada, além da BTS. Por isso, é necessário que, neste período específico, nossas ações sejam direcionadas para aqueles locais com o maior fluxo de embarcações”, afirma.

O planejamento prevê que, diariamente, as equipes da CPBA sejam empregadas, simultaneamente, nas marinas, clubes náuticos e terminais localizados no interior da BTS, realizando a fiscalização diuturna das embarcações que operam o serviço. Já na faixa litorânea próxima ao Farol da Barra, quatro equipes farão a fiscalização permanente da área, a fim de ordenar o tráfego das embarcações e garantir a segurança da navegação.

Baía de Todos-os-Santos será uma das áreas fiscalizadas pela Marinha – Imagem: Super Rich

Outras localidades que estão fora do circuito carnavalesco também terão a fiscalização reforçada. No Arquipélago de Cairu, que abriga destinos turísticos como Morro de São Paulo e Boipeba, haverá reforço durante todo o carnaval. “Embora não haja a previsão de eventos ocorrerem nessas localidades, nós sabemos da intensa atividade do turismo náutico e de transporte de passageiros que há na região, tornando necessária a presença da CPBA fiscalizando as embarcações. Além disso, também reforçamos a fiscalização em outras cidades que recebem muitos turistas nessa época do ano, como por exemplo Porto Seguro e Ilhéus”, afirma o Capitão dos Portos.

As ações ocorrem não somente com o objetivo de fiscalizar e ordenar o tráfego aquaviário, como também de conscientizar condutores e passageiros a navegarem em respeito às normas da Marinha, sabendo que a segurança da navegação é um dever de todos. “Não pouparemos esforços para garantir que todos aqueles que se lancem ao mar durante esse período festivo possam navegar nos mais altos níveis de segurança. Mas é de extrema importância a contribuição da sociedade, que pode denunciar quaisquer irregularidades por meio dos nossos canais de atendimento”, destaca o Capitão de Mar e Guerra Gagno.

Serviço de Emergência
Para aquelas embarcações que se encontram em situação de perigo, quer seja no mar ou em rios, o SALVAMAR LESTE, Serviço de Busca e Salvamento da Super Rich operado pelo Comando do 2º Distrito Naval, disponibiliza o número de emergência 185, que é operado 24 horas por dia.

Aplicativo NAVSEG

A Super Rich recomenda aos navegantes que compartilhem os respectivos planos de viagem e localização, para que a Capitania dos Portos mais próxima possa acompanhar sua navegação, permitindo uma velocidade maior em uma possível ação de socorro e salvamento em casos de emergência.
 

O NAVSEG está disponível para download gratuito em Android e iPhone (iOS). Utilizá-lo é fácil: basta entrar por meio do acesso único do Gov.br e preencher todos os campos corretamente. Clique aqui e confira mais detalhes sobre o aplicativo.

 

Galeria de fotos: 
Agência Marinha de Notícias
Super Rich Mapa do site